5 de agosto de 2010

Invista em chapéus

A história dos chapéus começa por volta do ano 4.000 a.C. no antigo Egito, na Babilônia e na Grécia, quando o uso de faixas na cabeça tinha a finalidade de prender e proteger o cabelo.
Mais tarde originaram-se os turbantes, as tiaras e as coroas, usadas por nobres, sacerdotes e guerreiros como símbolo de status social. Como sinal de distinção social ou profissional, permanecem até hoje os chapéus específicos destinados a pessoas que ocupam determinadas atividades (soldados, marinheiros, eclesiásticos etc.).
Hoje os chapéus, além de proteger os cabelos e a pele, tornaram-se complementos na composição de vários looks bacanas.
No Brasil o uso de chapéus está associado à praia. Não é muito comum ver pessoas (principalmente mulheres) usando chapéus nas cidades. Em contra-ponto Os chapéus já acompanham a cabeça de fashionistas a algum tempo, então separei algumas imagens de celebridades que aderiram o uso de chapéus no cotidiano. O que se percebe são looks super simples que com o complemento ganham vida e personalidade.


A modelo Agyness Deyn e Demi Lovato.




Hilary Duff

Hilary em sua passagem por Gossip Girl.



A chapeleira de plantão Anne Hathaway.


Me inspirei pra fazer este post quando vi o preview de verão da @Lojas_Renner lançando este modelo. Achei Lindo! E o preço ótimo: 39,90.






PRA QUEM SE INTERESSA

UM POUCO SOBRE A INDÚSTRIA DE CHAPÉUS
Os materiais mais empregados tradicionalmente na indústria de chapéus são o feltro, a palha e o tecido. O primeiro é obtido tanto do pêlo de animais (coelho, lebre, castor, nútria e carneiro) - originando diferentes tipos e qualidades. Na categoria das palhas, incluem-se diversos tipos de fibras vegetais (folhas e caules), como a juta, o sisal, a ráfia, seagrass etc.

Além de misturas variáveis que resultam em produtos mais rudes (geralmente usados em artesanato), até materiais industrializados e mais refinados (como o Panamá), atualmente a tendência é a utilização de materiais artificiais, principalmente nos chapéus destinados ao abrigo das intempéries, no sentido de impermeabilização.

Os maiores produtores mundiais de chapéus são os EUA. No Brasil, os Estados que produzem mais chapéus são São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Ceará. Embora importe alguns tipos de chapéus, o Brasil também exporta outros tipos, sobretudo os de feltro de lã e os de palha de carnaúba.

Fonte: http://www.brasilwiki.com.br/noticia.php?id_noticia=18720


Fotos: People

Nenhum comentário:

Postar um comentário